quarta-feira, 25 de abril de 2007

CHAMAM A ISSO DEBATE?

Os mimos entre a Moção A e a Moção C, através dos respectivos blogues merecem ser acompanhados ... tal o ridiculo!

Neste momento a "A" acusa a "C" de "moção da FER", enquanto a "C" acusa a "A" de "ala social-democrata" ... e por conta disto ... escrevem, escrevem, escrevem!!!!

Visitem para verificarem qual o tipo de debate em que não estamos (nós, da Moção D) interessados neste período pré-Convenção e, muito menos, para o período entre Convenções!

Esperemos que esta troca de mimos não se transfira para os debates entre as 4 moções já calendarizados ...

João Pedro Freire
Matosinhos/Militante 147

6 comentários:

BE_Braga disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
BE_Braga disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alternativa - V Convenção do Bloco de Esquerda disse...

Caro João Pedro

O blog da Moção C tem o seu primeiro post em 31 de Março. Como poderás verificar, sempre nos referimos às restantes moções como "camaradas" e Moção A, B e D.
O blog da Moção A tem o primeiro post em 10 de Abril. No dia 12 tem o primeiro post com afirmações não verdadeiras sobre a Moção C, que a partir daí é catalogada como Ruptura / FER.
Nesse mesmo dia pedimos no nosso blog que fosse abandonada essa designação falaciosa. Repetimos esse pedido sempre que o blog A insistiu na designação.
A 23 de Abril, verificando que a Moção A não prescinde desse rótulo, decidimos aplicar-lhes também um rótulo parcial.
Está tudo publicado na blogosfera, com datas, não há que enganar.
Não foi para esse tipo de debate que nos subscrevemos a Moção C, mas é para aí que nos querem insistentemente levar, por motivos óbvios.

Tribuna Socialista disse...

A algum camarada da Moção C,

Com o que a carruagem do "vosso" debate já percorreu, parece-me pouco importante saber quem é que lançou a primeira pedra ...

Importante é/seria que o debate voltasse ao mais importante: o rumo que cada Moção pretende para o Bloco de Esquerda, as propostas concretas e também o debate ideológico.

O debate faz falta ao BE. Mas não um debate (!) como aquele que se faz no Parlamento. O debate faz-se com os militantes e aderentes do Bloco, mas SEMPRE voltado para o movimento social e, se possível, em interligação com ele.

O debate para a V Convenção Nacional não é exclusivo do Bloco. Deve (ou deveria!) ser partilhado por todos os jovens, mulheres e homens que buscam uma alternativa socialista ao liberalismo/capitalismo e aos totalitarismos.

Com o blog que temos, é o conributo que a Moção D pode dar nesse sentido! Convidamos as outras Moções a fazer o mesmo!

João Pedro Freire
Matosinhos/Militante 147

Francisco d'Oliveira Raposo disse...

Creio que o João Freire coloca uma questão central no debate desta Convenção ,as também depois dela.
CDreio mesmo que as moções C, B e C deveriam ponderar - após a Convenção - manterem blogs ou criarem 1 comumque pudesse ser participado por - e como refere João - ser partilhado por todos os jovens, mulheres e homens que buscam uma alternativa socialista ao liberalismo/capitalismo e aos totalitarismos .

Mas de facto, para quem tem acompanhado o, pouco, debate interno na MN do BE, o nível de sectarismo é enorme por parte da maioria.

A direcção tri-partida - designação que uso pora carcterizar a actual mairoia lá vai falando como se não existissem mandelistas e responsaveis internacioanis mandelistas entre eles, neo-comunistas e pos-comunistas, mailó socialdemocratas etc.
A verdade é que aparentemente essa direcção tri-partida parece - mas parece só , encarnar o espirito do "Começar de Novo".
O problema é que o exercicio efectivo do direito de opinião e/ou tendencia tem de ser avalisado pela tri-coligação ou então os membros são marginalizados e mesmo amesquinhados, lançando o labéu fupista nas duas convenções passadas à opisção existente então, e agora, tentando sectarizar as "hostes" com o epeto "morenista" aos compnehiros do Moção C.
Vindo de alguns dos que usam esta táctica deveriam parar mesmo com ela.
Democracia interna continuaa ser um mito a não ser que seja o modelo falsamente anti-sectário de se debater tudo, depois de ter sido tudo decidido e publicitado.
Estando livre neste debate - não subscvrevo nenhuma moção - estando em debate interno (comigo mesmo) em permancer no BE - gostaria, obvuiamente manter debate com militantes do BE como consigo manter com militantes do PC e do PS.

Cordialmente

Francisco d'Oliveira Raposo

Paulo disse...

Caro Francisco d’Oliveira Raposo

Sem querer, seja de que modo for, perturbar o teu “debate interno” – até porque desconheço as razões justificativas – faço questão de sublinhar que, muito para além das questões que podem, facto, separar-nos politicamente, tens no grupo de subscritores da moção D portas abertas para o tal debate político de que falas e que manténs com militantes do PCP e do PS, um grupo que só decide na sequência do debate!

Paulo F. Silva

Site Meter